Carta Aberta: CREF1 repudia decisão favorável da Justiça ao ex-goleiro Bruno

Nos causa profunda tristeza e preocupação a decisão da Justiça de Minas Gerais em “autorizar” o ex-goleiro Bruno Fernandes de Souza a dar aulas de futebol para crianças e adolescentes na cidade de Varginha-MG. Tristeza por ver a nossa profissão sendo mais uma vez ultrajada e diminuída, quando um apenado por homicídio e sem formação profissional passa a exercer ilegalmente a nossa profissão.

Preocupação em ver que crianças e adolescentes terão “aulas de futebol” com alguém que foi condenado por homicídio e ocultação de cadáver da mãe de seu filho, bem como por sequestro do próprio filho. Não bastassem os riscos de atividade física sem orientação profissional, crianças e adolescentes estarão “aos cuidados” de alguém que não possui nenhum compromisso com os valores éticos e morais inerentes de nossa profissão.

O CREF1 repudia a decisão da Justiça Mineira, porém não podemos agir além da nossa jurisdição (RJ/ES). Temos a certeza que o CREF6 tomará as medidas cabíveis.

Lamentamos mais uma vez o inexplicável silêncio do CONFEF diante de um tema com tanta repercussão.

André Fernandes
Presidente do Conselho Regional de Educação Física da Primeira Região do Rio de Janeiro e Espírito Santo (CREF1)

Publicado em: Nota