Raio- x: conheça o presidente da Comissão de Barra Mansa, Ígor Coutinho

A continuação da nossa série sobre as Comissões Regionais da Educação Física traz uma entrevista com o atual presidente da Comissão de Barra Mansa, Ígor Coutinho.

Empossada em 2018, esta comissão mantem uma agenda de atuação focada na valorização da categoria, seja na articulação de leis, ou na promoção de homenagens e ações sociais. Conheça um pouco da história de mais este defensor da Educação Física no Rio de Janeiro.

– Nome Completo: Ígor Coutinho de Oliveira

– Idade: 34 anos

– Presidente de qual Região? Barra Mansa, Região Sul Fluminense

– Como começou a sua história na Educação Física?
Sou formado desde 2007 pelo Centro Universitário de Barra Mansa

– Como a Educação Física mudou a sua vida?
Antes da faculdade eu já gostava da prática esportiva, depois que ingressei e me formei pude vivenciar de forma mais plena aquilo que já fazia!

– Qual a sua área de atuação e por qual motivo a escolheu?
Sou Personal Trainer e professor de Capoeira. Eu ingressei na faculdade por conta da influência do meu mestre de Capoeira, que havia, na ocasião, começado o curso de Educação Física. 

– Quais os pontos altos e baixos da sua atuação profissional?
Como ponto alto da minha profissão, eu entendo que temos a diversidade de atuação profissional, ou seja, temos muitas áreas onde podemos atuar. Mas este aspecto também esbarra em um limitador, que é o pequeno reconhecimento que ainda temos como profissionais da saúde, o que gera uma desvalorização compara a outros. A nossa comissão está lutando para mudar esse cenário e já temos como uma conquista o reconhecimento da Educação Física na CBO.

– Como vê a profissão daqui a 5 anos?
Daqui a 5 anos, vejo a Educação Física mais valorizada e procurada pois a prática de atividade física se demonstra cada vez mais indispensável para todas as idades e público, além de atuar ainda mais nas equipes multidisciplinares.

– Gostaria de acrescentar alguma coisa?
A Educação Física só vai realmente se valorizar se todos os colegas se comprometerem com ela.

>> Acesse a primeira entrevista da série com o presidente da Comissão da Barra da Tijuca