Professor se torna recordista e quer alcançar título mundial

O profissional de Educação Física morador de São João da Barra, prof. José Luiz Da Silva, mais conhecido como “Professor Caniddia”, entrou para o Rank Brasil na categoria “Superação” pelo maior número de coletes tirados fazendo embaixadinha. Foram 32 coletes em 3 min. e 57 segundos sem deixar a bola cair. “Eu já consigo tirar 44 coletes fazendo embaixadinhas em 6 minutos, é um recorde mundial, só falta homologar”, revela.

Realizado em 24 de abril desse ano, o título foi conquistado através da garra, técnica e determinação do profissional, que faz embaixadinhas desde os 10 anos de idade, mas que só há três meses descobriu que tinha potencial para superar recordes. O incentivo veio dos alunos: “os meus próprios alunos me incentivaram a fazer as embaixadinhas com coletes, aí eu comecei com dez, com 20, com 30. Homologuei a primeira vez com 30 e depois quebrei o meu recorde no Maracanã”.

Além de professor de Educação Física, José também é funcionário da Secretaria Municipal de Turismo, Esportes e Lazer e comanda o projeto Boletim Legal, onde 400 crianças do Ensino Fundamental (inclusive os da educação especial) participam. A iniciativa visa melhorar o rendimento escolar e o comportamento dos alunos em sala de aula através da prática desportiva.

A meta agora é ser reconhecido mundialmente. Em negociação com o Guiness Book, Cannidia quer entrar para o livro mundial dos recordes e fazer história como o único professor de Educação Física com dois recordes quebrados: “aos poucos a galera nas redes sociais foi conhecendo o meu trabalho e pessoas de outros países estão entrando em contato comigo. Posso chegar a ter cinco recordes brasileiros e dois mundiais”.