Dep. Luiz Paulo Rocha, voz que comanda a Frente Parlamentar

Engenheiro civil formado pela UFRJ e filiado ao PSDB, o atual presidente da Frente Parlamentar em Defesa da Educação Física da Alerj, Luiz Paulo Corrêa da Rocha, é autor de mais de 100 leis, entre elas a chamada Lei da Milhagem que destina as milhas oriundas de passagens aéreas pagas pelo Poder Público (Executivo, Legislativo e Judiciário) à atletas olímpicos e paraolímpicos.

Em discurso, no dia 17 de maio, durante a cerimônia de posse dos novos representantes da Frente Parlamentar em Defesa da Educação Física, Luiz ressaltou a importância do trabalho em grupo: “Ninguém faz nada sozinho. Nós somos um grupo suprapartidário com apenas uma ideologia, que é trabalhar em defesa dos quase 50 mil profissionais registrados no estado”.

1- É o seu quinto mandato como Deputado Estadual na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro. Qual é o segredo para manter a motivação durante todo esse tempo?

Lutar para que o Estado saia da atual crise fiscal e promova políticas públicas de qualidade nas áreas da educação, saúde e segurança, bem como a proteção do consumidor.

2- Você é o presidente da Frente Parlamentar em Defesa da Educação Física na Alerj. Quais são os projetos de lei que estão sendo discutidos atualmente?

Está sendo discutido o projeto de lei 226/2019, dos Deputados Coronel Salema e Alexandre Freitas, que deseja modificar a Lei 8070/2018 (que dispõe sobre a obrigatoriedade de registro de profissional de educação física como responsável técnico nos condomínios edilícios com espaços de academias nas condições que específica) aprovada aqui neste Parlamento e que foi objeto de amplo debate.

3- Você é engenheiro civil e hoje luta pela valorização dos profissionais de Educação Física. Você já tinha uma relação próxima com a categoria antes de ser empossado como Presidente da Frente?

Já havia feito parte desta Frente Parlamentar na última legislatura, em que foi presidida pelo então Deputado Comte Bitencourt. A partir do momento em que fui chamado para compor a frente e, por ser um amante do esporte e saber da importância do profissional de Educação Física em nossas vidas, resolvi me aprofundar mais nos temas e demandas da categoria.

4- Qual é ponto mais grave dentro da profissão atualmente que ainda não foi solucionado?

Acho que temos que propagar ainda mais a importância do profissional de Educação Física em nossas vidas e não só na questão da estética mas principalmente no que tange à saúde. A atividade física é fundamental na prevenção de doenças, mas para se ter uma atividade física com qualidade, devemos ter sempre a orientação de um profissional de educação física formado e capacitado. Acho que esse é o grande desafio da categoria e ponto mais grave: a valorização do profissional e a luta para que a prescrição de exercícios físicos seja sempre através de um profissional.

> Saiba mais sobre a posse da Frente Parlamentar

5- A Frente foi ativa na legislatura passada, alcançando a marca de seis leis em três anos. Alcançar resultados quantitativos é uma meta no ano de 2019?

Acredito que não devemos, em um primeiro momento, pensar na questão quantitativa e sim na questão qualitativa, isto é, temos que objetivar a luta e a busca pela aprovação de leis que visem o benefício da categoria, independente do número. Se a categoria tiver uma quantidade de demandas e de necessidades que justifique um maior número de projetos de lei, estaremos prontos para apresentar o projeto e a defesa.

 

Cerimonia de posse da Frente Parlamentar