CREF1 participa do Programa Nacional de Prevenção à Corrupção

Last Updated on 3 de novembro de 2021 by Elena Salazar

Desde setembro do presente ano, o CREF1 faz parte do Programa Nacional de Prevenção à Corrupção (PNPC). Este projeto, abarca 18 mil organizações públicas, oferecendo a oportunidade de se autoavaliarem quanto às suscetibilidades, à fraude e à corrupção por meio do Sistema e-Prevenção. Todas as esferas de poder e todos os estados, incluindo o Distrito Federal, são contemplados. A partir do diagnóstico, os gestores têm ferramentas e orientações voltadas ao aperfeiçoamento contínuo.

A marca PNPC foi criada para que cada organização que a aderir possa ser um promotor da integridade e da ética, se colocando como exemplo de boa vontade em contribuir para um setor público visto pela sociedade como honesto.

Toda organização que execute sua autoavaliação assume um compromisso consigo mesmo e com a sociedade de que irá implementar as boas práticas de prevenção, detecção, investigação, correção, monitoramento e transparência.

É importante destacar que a PNCP não é um reconhecimento da Estratégia Nacional de Combate à Corrupção e à Lavagem de Dinheiro (ENCCLA), não é um selo ou certificado de integridade ou de bom funcionamento do sistema de integridade adotado pela organização participante, e não pode ser utilizada como forma de promoção de dirigentes, servidores, ou qualquer agente público das organizações participantes.

Para poder participar desta marca, o Conselho, através do sistema e-Prevenção, concluiu sua autoavaliação de aderência às boas práticas de prevenção e combate à fraude e corrupção.

O controle deste sistema é feito pela própria sociedade e pelos órgãos de controle com atualizações semanais no site da Secretaria Executiva da Rede de Controle.