Profissional de Educação Física, Caniddia é o rei das embaixadinhas

Last Updated on 26 de março de 2021 by Viviani

Hoje vamos contar a história do José Luiz da Silva Berto, mais conhecido como Professor Caniddia o rei das embaixadinhas, que atua há 15 anos como profissional de Educação Física em São João da Barra, no Rio de Janeiro.

Caniddia foi jogador de futebol e passou pelos clubes Goytacaz, Mesquita, entre outros. Sua história com a bola começou em 2019 no seu projeto social, que se chama Boletim Legal, que existe há 23 anos e incentiva mais de 500 alunos da rede pública da sua cidade, com o intuito de melhorar o comportamento e o rendimento escolar, usando o esporte como ferramenta. No intervalo do treino do seu projeto, brincando com seu aluno, Caniddia vestiu a camisa fazendo embaixadinhas e a bola não caiu. No outro dia ele fez embaixadinhas com coletes da escolinha e fez um vídeo mostrando a habilidade na rede social. O vídeo fez muito sucesso e chegou no livro dos recordes brasileiros, o Rank Brasil.

Foram cinco recordes tirando coletes, todos os desafios foram ao vivo com apenas uma tentativa e conquistou oito premiações. Seu maior recorde foi tirar 120 coletes e vestir 70. O sétimo recorde brasileiro de embaixadinhas será tirar e vestir uma camisa 100 vezes em apenas uma tentativa, ao vivo pela rede social.

Com todos esses recordes Caniddia ganhou destaque nacionalmente, com aparição nas grandes redes de televisão, como a presença no Programa Encontro com a Fátima Bernardes da Globo e premiado pela imprensa do Rio Grande do Sul. Foi chamado também para participar do programa Caldeirão do Huck para o quadro Conga La Conga no ano passado. Seus recordes chegaram em mais de 50 países pelas redes sociais, onde recebe mensagens de diversos lugares do mundo.

O grande objetivo do Caniddia é levar o nome da Educação Física brasileira ao Guines Book. Já que é o único professor de Educação Física do Brasil recordista de embaixadinhas na categoria superação e tem a meta de ser o único no mundo.