CREF1 promove dia D contra a gripe

Em ação promovida pelo CREF1 em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde do Rio (SMS) e com o vereador Felipe Michel, 290 pessoas foram vacinadas contra a gripe nesta quinta-feira (30). O desafio é evitar uma epidemia no estado.

O CREF1 atua para incentivar todas as medidas de saúde coletiva, conscientizando os profissionais sobre a importância da prevenção. De acordo com o presidente do Conselho, prof. Rogério Melo, é importante a valorização dos profissionais. “Eu costumo dizer que há 20 anos, o professor de Educação Física não era reconhecido pela sociedade. Hoje, é um pontapé inicial a SMS estar aqui reconhecendo o profissional da Educação Física como da área da Saúde. Isso é um marco importantíssimo na nossa profissão”.

Durante o evento, a secretária municipal de Saúde, Ana Beatriz Busch, falou a respeito da importância da vacinação para profissionais de Educação Física. “É muito bacana quando encontramos pessoas sensíveis, como o presidente do Conselho, que oferece essa casa para desmistificar boatos acerca da vacinação. Sabemos que um grupo seleto de pessoas vão reverberar a importância dessa vacina e a Secretaria incentiva todo esse tipo de ação”.

Os profissionais, alvo principal dessa campanha, abraçaram a causa e citaram a educação e a informação como aliados no combate às epidemias no município. Prof. Alan conta que, historicamente, a vacinação foi importantíssima para prevenir epidemias e diminuir o risco de doenças. “Ano passado eu me vacinei, essa é a minha 2º dosagem. Ela é muito importante para evitar doenças e futuras fatalidades na nossa sociedade”.


A campanha, que vai até o dia 15 de junho, já imunizou mais de 1,3 milhão na cidade do Rio, o que representa cerca de 55% da meta. O objetivo é imunizar aproximadamente 1,9 milhão de pessoas entre idosos, crianças de seis meses a 6 anos incompletos, gestantes, mulheres até 45 dias após o parto (é preciso apresentar comprovação), trabalhadores de saúde, portadores de doenças crônicas, professores da rede regular de ensino, profissionais de segurança.

Outros grupos também serão vacinados, tais como: portadores de doenças crônicas (para estes é necessária apresentação de prescrição médica com a indicação ou algum documento que comprove a condição crônica da doença).