Profissional cria projeto gratuito de Treinamento Funcional adaptado

A profissional de Educação Física Larissa Barranco promove aulas gratuitas de Treinamento Funcional adaptado todos os sábados no entorno do Engenhão, na Zona Norte do Rio. O projeto tem a proposta de tirar os deficientes físicos do sedentarismo, levar saúde e qualidade de vida através de atividades.

Durante as aulas, que se iniciam às 8h30, os alunos podem fazer atividades que melhoram a capacidade funcional de cada um, com exercícios de força, agilidade, velocidade, potência e equilíbrio. 

“Entrei nesse mundo da inclusão e acessibilidade depois de fazer um curso de especialização de atividades físicas para cadeirantes em 2015 e, desde então, sempre me incomodei em não ver as pessoas com deficiência praticando atividades físicas com tanta frequência em academias e, principalmente, em espaços ao ar livre”, comenta Larissa durante entrevista ao G1. A profissional resolveu criar o Circuito Funcional Adaptado em 2016, projeto social que conta com trabalho voluntário de professores de educação físicas e estagiários.

>Clique para acessar a reportagem completa feita pelo G1

Cerca de 10 alunos participam assiduamente das aulas. Alguns saem de regiões distantes, como Campo Grande, na Zona Oeste; São Gonçalo, na Região Metropolitana e Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, para participar do projeto, que é mantido atualmente por meio de financiamento coletivo e vaquinhas online. Para os interessados em participar das aulas basta comparecer ao local nos dias das aulas.