CREF1 recorre ao Facebook Brasil para bloquear perfis em exercício ilegal da profissão

Em cumprimento das denúncias recebidas pelas redes sociais e com objetivo de intensificar as fiscalizações, o CREF1 visitou a sede do Facebook Brasil em São Paulo para solicitar o bloqueio de 47 perfis do Instagram.

Desde maio do presente ano, o Conselho vem inspecionando o mundo digital com a finalidade de zelar pela integridade e disciplina da profissão de Educação Física. A apresentação do requerimento detalhou que os perfis não possuíam habilitação, orientavam e prescreviam atividades físicas através de consultoria online colocando em risco a saúde e integridade física das pessoas que vieram a praticar o esporte.

Leia também a matéria: CREF1 pioneiro em fiscalização de redes sociais

Neste mesmo sentido, foi constatado que estes usuários criavam contas com programas de treinamento de força e resistência com a proposta do tão sonhado corpo perfeito.

A equipe de fiscalização em conjunto com um procurador do Conselho, apontou que este tipo de prática é um ato doloso contra a ordem do consumo, com o único interesse de obter vantagem econômica de forma ilícita, em detrimento da vida e saúde dos seus consumidores, para receber ganhos por meio fraudulento.

É importante ressaltar que todas as pessoas encaminhadas não possuíam o conhecimento técnico específico para realizar qualquer suporte básico de vida em caso de acidentes com seus alunos durante a prática de exercícios, nem ética com a profissão.